A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Ferrari 500 - 1952/53

Por esses retrovisores Ciccio viu seus adversários em 1952/53.

Alberto "Ciccio"Ascari, campeão do mundo de Formula Um 1952/53.
  Ferrari 500 F2.
Piero Taruffi, a primeira vitória no mundial de 1952 no GP de Berna na Suiça.

André Simon, Nino Farina e Taruffi GP da Itália 1952 em Monza.

Os dois primeiros anos da Formula Um foram dominados pelas Alfa Romeo, em 1950 por Nino Farina e 51 por Juan Manuel Fangio. As Alfas com seus motores de 1.500 cc com compressores chegaram ao final de 51 com 410 hp. Nessas duas temporadas era comum carros de Formula Dois completarem o grid de largada, mas para temporada de 1952 a CSI orgão regulamentador da FIA resolveu que os dois campeonatos seguintes seriam corridos com os carros da Formula Dois, medo das Mercedes Benz, vontade de tornar a categoria viavel a uma maior quantidade de equipes? Não se sabe, o certo é que a Ferrari já tinha pronto o carro para os dois anos seguintes. A FERRAI 500 F2.  
Ela e Alberto "Ciccio" Ascari formaram uma dupla invencível, com dez vitórias em quatorze corridas dos mundiais de 52 e 53.


  GP da Suiça 1953, Ciccio toma a ponta para mais uma vitória.Seria sua ultima com com a 500.

GP da Holanda 1953, mais uma vitória de Ciccio.
  
 Seu motor de quatro cilindros em linha tinha 1.984,85 cc, duplo comando de válvulas no cabeçote, duas velas por cilindro e rendia 185 hp à 7.500 rpm.



Motor dianteiro, longitudinal, 4 cilindros em linha
Diâmetro x curso 90 x 78 mm
Cilindrada unitária 496,21 cm3
Cilindrada total 1984,85 cm3
Taxa de compressão 13 : 1
Potencia máxima 185 CV a 7500 giri/min
Potencia especifica 93 CV/l~
2 válvulas per cilindro
Alimentação 2 carburadores Weber 50 DCO
2 velas por cilindro - dupla alumage
Lubrificação carter seco
Ficção multidisco

Chassi
Tubular em aço
Suspensão anterior independente, quadrilátero transversal, bandeja inferior transversal, amortecedores  hidráulicos
Suspensão traseira De Dion, dupla ponte, balança transversal,amortecedores hidráulicos
Freios a  tambor
Cambio 4 marchas + RM
Direção eixo sem fim e setor
Reservatório de combustível 150 litros
Pneus dianteiros 5.25 x 16
Pneus traseiros 5.50 x 16
Carroceria
Tipo monoposto F2

Distancia entre eixos 2160 mm
Bitola dianteira 1270 mm
Bitola traseira 1250 mm

Peso 560 kg 

Velocidade  máxima 260 km/h

Meu amigo Henrique Mércio, Caranguejo, conta um pouco da carreira desse grande campeão Alberto Ascari no post "O HOMEM DO "CASCO"AZUL".

4 comentários:

  1. Fabiani C Gargioni #269 de fevereiro de 2011 20:27

    Grande Rui,como estes CHARUTOS eram lindos,que época de ouro esta!!!

    ResponderExcluir
  2. Fabiani C Gargioni #269 de fevereiro de 2011 20:38

    Grande Rui,qdo quiseres obter mais informações das corridas de rua aqui de Lages S.C,vc e todo pessoal que aqui frequenta podem acessar o BLOG almaracing.blogspot.com do meu amigo Julio Mendes(ele está pleiteando recursos p/ editar um livro sobre os 70 anos de automobilismo de S.C)tem muita coisa boa lá.Ele é um abnegado e já editou até revista sobre as nossas corridas e eu tive a oportunidade de escrever algumas coisas lá p/ ele.Grande Rui me passa o teu endereço que eu quero te mandar alguns exemplares,abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Que motorzão, hein Alicatão? Deve ser um negócio acelerar isso...
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Não consegui entrar no blog de seu amigo Fabiani.
    Era uma verdadeira loucura Francis, esses caras eram pilotos!

    Abs

    ResponderExcluir

Os comentários serão aprovados por mim assim que possível, para aqueles que não possuam blogs favor usar a opção anonimo na escolha de identidade. Obrigado por sua visita, ela é muito importante para nós.

Rui Amaral Jr