A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Lotus 68/70





Criada em 1968, a Formula 5.000 era uma alternativa para equipes menores à Formula Um, usava motores de 5.000cc com blocos e cabeçotes originais de série,  com custo e manutenção bem mais baixos que os super motores da F I, principalmente os Cosworth DFV que dominavam a categoria.
Em um nicho entre a F I e F2 muitos foram os torneios na Europa e EUA, vários dos fabricantes da F I fizeram chassi para a categoria, entre eles a Lotus, McLaren, March, Lola.
Alguns grandes pilotos da época, mesmo correndo de FI e Indy, também disputavam corridas e torneios da F.5.000,  entre eles Mario Andretti , Unser Al , Bobby Unser , James Hunt , Jody Scheckter , Brian Redman , David Hobbs , Tony Adamowicz , Sam Posey. 
Algumas vezes a Formula Um e 5.000 correram juntas, ou a 5.000 completando grids, e apesar de seus motores desenvolverem cerca de 500hp, eles eram mais lentos que os Formula Um, pois entre outras coisa eram mais pesados.
Agora vou mostra o Lotus 68/70 que foi pilotado entre outros pelo Big Mario e outro dia conto mais sobre a categoria.
























O Super Baixinho -Antonio Carlos Avalonne- na Inglaterra 1969, largando com sua Lola F. 5.000




Agradeço ao amigo Homero 


4 comentários:

  1. Fabiani C Gargioni #271 de dezembro de 2012 00:02

    Grande Rui, muito legal esta postagem, hj em dia podia ter uma categoria semelhante né???

    ResponderExcluir
  2. Acredito que sim, até por que temos inúmeros motores disponíveis e vários fabricantes de chassis. Agora vivemos uma era de complicação no automobilismo, brasileiro e mundial, tudo muito confuso e sem explicação!

    Um abraço

    ResponderExcluir

Os comentários serão aprovados por mim assim que possível, para aqueles que não possuam blogs favor usar a opção anonimo na escolha de identidade. Obrigado por sua visita, ela é muito importante para nós.

Rui Amaral Jr