A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach
Mostrando postagens com marcador Conta Chico. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Conta Chico. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 27 de março de 2017

ALFREDO GUARANÁ MENEZES ...

Chateau, Guaraná, Chico e Julio Caio.

...........  , Amigo RUI ,  lá se vai um dos grandes pilotos , ALFREDO GUARANÁ MENEZES .....!!!!!  Ótima pessoa , gentil no trato para com os outros , e rápido , muito rápido  em  autos velozes como foram os fórmulas SUPER V  1.6 . Bem agressivo e por vezes imprevisível  em suas manobras   , esse era ALFREDO GUARANÁ MENEZES . Contribuiu em muito para que a categoria fosse o que foi, a melhor até aos dias de hoje , sem sombra de duvida , até surgindo dela , um tri- campeão mundial , NELSON PIQUET , que muito teve este que arregaçar as mangas em batalhas com GUARANÁ ........!!!!!!!!


                                                    Que DEUS o receba, em sua NOVA JORNADA



                                                                          CHICO LAMEIRÃO

quarta-feira, 22 de março de 2017

Conta Chico...F Junior

Seu Chico, com as mãos no bolso Ettore Beppe, atrás dele Eugeninho Martins e de boné Cacau mecânico por longos anos de "seu" Chico. 
  Nesta foto Ettore e Cacau conversam com "seu" Chico, atrás do carro com a gola levantada Toni Bianco e de costas acreditamos que Christian "Bino" Heins.

HISTÓRIA  &  FATOS

       MANUEL de TEFFE ///' CHICO LANDI  , TONI BIANCO , EUGENIO MARTINS ///  O PORQUÊ ///
       PRIMEIROS PASSOS de PILOTAGEM /// GINETTA JUNIOR  INGLATERRA 2010 ///
       CAMPEONATOS ///  VOLKSWAGEN. SUPER V /// PLURIMARCAS /// MONOMARCAS ///
       NASCE UM PARQUE INDUSTRIAL de COMPETIÇÃO ///  FABRICANTES de MOTORES  1 LITRO

                                          FÓRMULA JUNIOR no BRASIL  ----  ANOS  60 .

                        Segundo PAULO SCALI, escritor e historiador do automobilismo brasileiro, MANUEL de TEFFE foi quem convenceu CHICO LANDI ,TÔNI BIANCO e EUGENIO MARTINS  a fazerem o FORMULA JUNIOR  LANDI/BIANCO e lançar a categoria para fomentar o nascimento de uma nova geração de pilotos, pois nesta época  não eram muitos que tinham condições de possuírem uma FERRARI ou uma MASERATI e muito mais  de manter esses autos em condições de competir .

                         A categoria já existia há época na EUROPA. Regida pela FIA, aceitava qualquer motor de produção de até  1.1 litro. Portanto teríamos teoricamente quase as mesmas condições técnicas do velho continente, pois por aqui tínhamos a VEMAG com seu motor DKW de três cilindros de 1 litro e a WILLYS OVERLAND com o motor RENAULT GORDINI  da mesma cilindrada .

                          Entusiasmado com a idéia de MANUEL de TEFFE, " SEU " CHICO e TÔNI BIANCO fizeram três monopostos com motor RENAULT GORDINI, sendo  um para a EQUIPE WILLYS  para CHRISTIAN HEINS, outro para OCTAVIANO CURY é um terceiro para ANTONIO CARLOS SCAVONE.  O quarto carro BIRD CLEMENTE comprou, este com motor DKW que depois passou para a EQUIPE VEMAG, em que MARINHO e BIRD iam pilotá-lo. Ainda tinha um outro fórmula de JEAN BEGEROUT, sendo que este não tenho a certeza que fosse um LANDI  ou o próprio BEGEROUT o tivesse fabricado, pois sua aerodinâmica era diferenciada . Como JEAN era piloto de aviação, pode ser que tenha modificado sua carroceria, não sei...!!!!!! Além destes autos, LANDI  fez mais dois sendo um com motor ALFA ROMEO e o outro com motor SIMCA. Estes dois carros corriam na categoria MECANICA CONTINENTAL. Iriam pilotá-los o próprio "" SEU"" CHICO  e CELSO LARA BARBERIS e com o motor SIMCA , JAYME SILVA. No auto de SCAVONE, após ele ter um acidente no circuito de ARARAQUARA  em uma berlinetta INTERLAGOS passou este para as mãos de LUÍZ PEREIRA BUENO  já em ARARAQUARA mesmo e depois nos 500 QUILOMETROS de INTERLAGOS em que eu próprio iria fazer parceria com LUIZ. Mais tarde LUDOVINO PEREZ fez também algumas corridas com esse carro. Com o passamento de BINO HEINS nas 24 HORAS de LE MANS, WILSON FITTIPALDI passou a pilotar o monoposto da EQUIPE WILLYS .


                                  OS PORQUÊS da F. JUNIOR NÃO TER IDO PARA A FRENTE

                       Realmente uma pena, pois tinha tudo para dar certo. Houve a bem da verdade uma grande pressão dos pilotos da MECANICA CONTINENTAL, que eram em sua maioria os carros chamados de """" baratinhas """ com motores adaptados. Está claro que os F. JUNIORS com suspensões mais modernas, autos mais leves e ágeis estavam incomodando e não pouco...!!!!! Os cartolas, por sua parte, não souberam  fazer corridas específicas para esta categoria. Se o tivessem feito com certeza que o rumo teria sido outro pois mais pilotos começavam a ficar interessados. Mas largando todos juntos ficava difícil. Está claro que os próprios carros LANDI  ainda tinham muito campo para se desenvolverem, mas mesmo como se encontravam eram uma """" pedra no sapato """ da CONTINENTAL. Além dessa pressão houve o acidente  com o CELSO LARA BARBERIS. A bem da verdade uma disputa de pista que acabou muito mal. Talvez aí "" SEU """ CHICO  tenha se desanimado em continuar com o projeto acrescido com a pressão  da categoria CONTINENTAL  e com a falta de visão dos cartolas da época seu final estava declarado .......!!!!!!!!  Vejam bem , alguns anos mais tarde foi lançada a FORMULA V, com motores VOLKSWAGEN  1.2 e posteriormente 1.3 . Sem duvida carros bem menos competitivos dos que os  F. JUNIORS. Em um comparativo pelo anel externo de INTERLAGOS, enquanto  um F. V virava em 1'30"/1'28" os JUNIORS  anos antes com motor GORDINI 1.0 andavam em 1'16"/1'17" e os da VEMAG próximo a 1' 10" .......!!!!!!!



Ludovino Perez larga para os 500 KM de Interlagos de 1965. Com motor Gordini de 1.000cc larga à frente de vários Mecânica Continental para chegar no oitavo lugar.
O Willys-Gávea, Formula 3 com motor de 1.100cc   


                               PRIMEIROS PASSOS PARA SABER da ARTE de PILOTAR
                                                 UM CARRO de CORRIDA

            A receita tem que passar necessariamente por motores de pouca potência, pneus STREET de perfil alto, sem apêndices aerodinâmicos, mas com o mesmo peso potência de um KART para os dias de hoje.  Nos anos 60 isso se traduzia nos autos RENAULT GORDINI de 850 CC com """" 40HP de EMOCAO """"" segundo a propaganda """, como se dizia à época ......!!!!!!!  Se você andasse muito  forte o motor  """"" caia no chão """", pois não se tinha potência suficiente para te tirar da """ entortada"""", anda-se que nem uma """" pata choca"""", não ia virar tempo então andava- se naquele limite tênue para se virar um ótimo tempo. Dai nasceram LUIZ PEREIRA BUENO, CARLOS PACE, CAROL FIGUEIREDO e todos da EQUIPE WILLYS dispensando apresentações. Confrontando essa escola de pouca potência, pneus finos e autos difíceis de se  pilotar adequadamente com a outra de grande potência, tenho um episódio a demonstrar acontecido à época na EQUIPE  WILLYS:

                                  1500 QUILOMETROS de INTERLAGOS, o auto era uma CARRETERA GORDINI, motor de 1.0 litro traseiro mas colocado entre os eixos com um câmbio COLOTTI. GRECCO convidou um piloto acostumado com as carreteiras com motores CHEVROLET CORVETTE. CARLOS PACE e eu nunca havíamos pilotado essa CARRETERA GORDINI. Nos mandaram para que chegássemos a INTERLAGOS no final da tarde. O piloto convidado, treinou praticamente o dia inteiro, virando em sua melhor volta em 4'26". Quando chegamos GRECCO pediu para eu ser o primeiro a sair para experimentar o carro. Na minha segunda volta virei em 4' 18" 5"' e MOCO  também em sua segunda volta baixou esse meu tempo para 4' 17" 6"'. O piloto convidado , ficou tão desesperado que na sua última saída piorou o seu próprio tempo , virando em 4' 28" e alguns quebrados ......!!!!!! Isto foi um fato inconteste, sobre uma escola em relação à outra...!!!

                                       OUTRO FATO ESTE RECENTE...:
                                       CATEGORIAS GINETTA JUNIOR
                 INGLATERRA/2010 - GINETTA G 40/GINETTA CARS FACTORY
 A bela briga das Ginetta
Marcos Lameirão e a G40 projetada por ele. 

             O GINETTA G 40 é um carro GT com um motor FORD de 4 cilindros de 180 CVs. A fábrica, resolveu reescalonar esse mesmo auto para uma categoria de jovens de 13/14  anos recém saídos do KART. Sua potência foi reduzida para 100 CVs por meio de uma flange na admissão, pneus STREET finos, sem apêndices aerodinâmicos, a meu ver esse GINETTA é uma reencarnação dos RENAULT GORDINIs da nossa  época, no quesito de pilotagem. O resultado está sendo fantástico, nascendo ótimos pilotos dessa GINETTA JUNIOR. Saindo depois para outras categorias como a LE MANS SERIE, a FÓRMULA 3, em que até a McLAREN TEAM de FORMULA 1 assinou um contrato para bancar a carreira de um jovem nascido e saído dessa categoria, LAUDO NORRIS. Como veem , bateu no que venho dizendo a alguns anos ......!!!!!! Aqui no BRASIL , me dizem que os pais dos pilotos , falam que se o auto não tiver pneus largos e aerofolios , seus filhos não vão andar , pois isso """" não 'é um carro de corrida""""....!!!!!!!!! Acontece que 99,99 % dos pais , não entendem nada sobre esse assunto .

                                                      CAMPEONATOS
                                                                   
                     Os REGIONAIS devem ser fortes, esse é o rumo a ser  seguido. O item viagens em terras tupiniquins, quebra qualquer orçamento. O BRASILEIRO, poderia ser igual ao que o KART já faz, em sorteando uma pista, em um final de semana se realiza o campeonato. Sem mais! Com isso, muitos mais pilotos correrão durante o ano, sem dúvida alguma. A escolha dos cinco melhores pilotos por temporada é extremamente importante. Desses cinco alguns poderão ter mais sorte do que outros em sua carreira mas assim é a vida . Não é bom se apostar em um único piloto, aí é deveras arriscado no meu modo de entender ......!!!!!!


                                                      VOLKSWAGEN  SUPER V
Chico vencendo com o Polar construído por Ricardo e com o bico feito por Toni Bianco.


                           Quando ao chamado para uma primeira reunião da VOLKSWAGEN do BRASIL no começo de 1973 na ALA-ZERO, praticamente todo o pessoal do metier de corrida estava presente  e curiosos estávamos, pois nunca esta grande fábrica havia se pronunciado a favor do automobilismo de competição. Extremamente organizados, sob a batuta de seu presidente SAUER, seu diretor FLAUMER e seus assistentes OTTO KUTNER e STEFANO CAMPHILIA nos apresentaram um regulamento igual ao do campeonato EUROPEU da categoria VOLKSWAGEN SUPER V, em que até já tinham uma data para a primeira corrida, que seria realizada ao justo de um ano.  O regulamento era bem simples: CILINDRADA de até 1600 CC, com dois carburadores de duplo corpo de 40 mm. CHASSIS de concepção livre como também sua procedência  também, mas fabricado no BRASIL. Em um primeiro momento se importou um ASTRO- KAIMAN, que detinha em seu cartão de visitas oito campeonatos EUROPEUS ganhos. Nessa mesma reunião o piloto RICARDO ACHCAR anunciou que iria desenhar e fabricar um seu monoposto, o POLAR. Seus três primeiros fregueses foram BIJU RANGEL, NELSON PIKET ( à época com K mesmo ) e...eu. Seguindo RICARDO, os irmãos FERREIRINHA, HERCULANO e ANTONIO seguiram a mesma linha com um projeto nacional, o HEVE.


                                              NASCE um PARQUE INDUSTRIAL de COMPETIÇÃO

                  A base de um automobilismo saudável , 'é ter um parque industrial forte , com o maior número de empresas atuando no setor . """" VÍDE""" como sempre a INGLATERRA , grande referência mundial deste parque , em que a alguns anos atrás , 5 % de seu PIB era provenientes do automobilismo de competição .......!!!!!!!! Com uma mentalidade extremamente aberta, a VOLKSWAGEN do BRASIL fez questão que na parte de chassis houvesse o maior número de fabricantes possível , igual aos modos europeus, pois com isso haveria mais empregos com mais pessoas voltadas e concentradas para o mesmo prisma , a competição , o que refletia além do trabalho , em um aprimoramento de componentes para a própria fábrica , além de um marketing  tecnológico /// esportivo natural . Chegou- se a ter em certo momento , motores com preparação BR de até 150 CVs. Os números da SUPER  V como categoria , 'a data de 1974 em diante , foram deveras  muito fortes . Começando em sua primeira corrida com oito autos , com dois anos de existência , teve- se grids de 44 carros . A uma média de 8 pessoas a trabalhar diretamente em cada equipe , chega- se a 360 empregos em que contando com seus dependentes chegará- se a quase 1500 pessoas . Sem contar as pequenas firmas de componentes como tanques de óleo , escapamentos  uma infinidade de peças .....!!!!!! Somente a POLAR chegou a fabricar 88  SUPER Vs . Dos fabricantes dos autos , a ASTRO KAIMAN  foi a primeira a se apresentar para quase em sequência a POLAR , a HEVE , o AVALLONE este com um projeto inglês o SUPER NOVA. Destacadamente a POLAR de RICARDO ACHCAR dominou a categoria com um projeto  completamente BR, vencendo os campeonatos de 74/75/76/77/78, tanto PAULISTA como BRASILEIRO. Foi sem dúvida alguma a época de ouro do automobilismo  tupiniquim, pouco valorizado pela imprensa dita especializada.....!!!!!! Simplesmente batemos o AUSTRO-KAIMMAN  que detinha oito campeonatos europeus  ganhos, que pilotos famosos como NIKI LAUDA e KEKE ROSBERG pilotaram. Época em que se punha a """" cara para bater"""" em que ninguém  se """ escondia”””  protegido de sua “””MONOMARCA"""". Em todas estas atuais, quem pode garantir que seus carros são bons ou mesmo razoáveis, se estes não tem a concorrência de outras idéias...?????? Entramos com isso em uma estagnação técnica atroz. Há, diga se, mas a PLURIMARCAS encarece. Grande erro em se afirmar isso, pois basta saber-se fazer um regulamento simples mas inteligente, com medidas MINIMAS & MAXIMAS em que os fabricantes terão uma ou no máximo duas """ janelas """" de desenvolvimento por ano e com um preço máximo estipulado por cada """ janela"""

                                           PARQUE INDUSTRIAL  BRASILEIRO de MOTORES de 1 LITRO                                                      
                                           

                    FIAT /// FORD /// VOLKSWAGEN /// CHEVROLET /// RENAULT /// HINDAY

                               KIA /// NISSAN /// SMART /// HAFFEI /// CHERY



O Formula Junior que Chico projetou e constrói em sua oficina, o começo da nova categoria. 


                Imaginem os amigos, uma FORMULA JUNIOR com todos esses motores, que """ propaganda """ não se faria...??????  E que bela categoria, hein...?????




                                                  RUI, grande abraço e obrigado pela oportunidade, desculpe pelo papiro...!!!!!!!!!!

Abraço amigo a todos, Chico Lameirão.



                                                             ________________________________________

Caro Chico, você bem sabe que a casa aqui é sua, o "papiro" que não é tão extenso, mostra bem sua ideia e principalmente sua vontade de fazer nosso automobilismos outra vez competitivo.
Peço aos amigos que considerem algum erro que cometi na transcrição do texto e aproveito para mandar meu abração para tantos amigos aqui citados, Ricardo, Bird, Biju Rangel e tantos outros e a você Chico.

Rui Amaral Jr

NT: Já que outra vez me intrometi no texto do Chico não poderia deixar de citar aqui outro amigo que batalha muito para trazer novamente as disputas às nossas pista, um abração Zullino.   

quarta-feira, 15 de março de 2017

Conta Chico...

 "Seu" Chico ou como diz o Chico "o pai de todos nós" testando provavelmente o F.Junior Alfa.
 Bird Clemente e Jorge Letry com o F. Junior DKW.
Quatro Rodas - Abril de 1964  - cópia de meu arquivo pessoal.


... amigo RUI, encontrei o assunto que falamos ontem sobre os fórmula JUNIORs, mostrando aí uma das razões porque """"" abafaram """"" essa fantástica categoria, à época muito mais avançada da que a  primeira fórmula V que seis anos depois foi lançada .....!!!!!! Uma lástima, mas neste momento estamos tecnicamente bem situados para pô-la na ribalta pois nosso parque industrial tem mais de dez motores de marcas diferentes de 1000 CC é só faze-la sem as famigeradas MONOMARCAS que estão a ajudar a afundar nosso automobilismo BRASILEIRO .......!!!!!!!!

Abraço Chico Lameirão


Ludovino Perez
Saída da curva Dois em Interlagos, o carrinho vem pendurado forçando dois Mecânicas Continental.

Pouco antes da fatídica largada dos 500 KM de Interlagos de 1963.

"Seu" Chico, ao lado de seu F.Junior a BONGOTTI da família de meu amigo Miltão Bonani.
_________________________________________________

Tomo a liberdade de acrescentar algo ao texto do Chico: Em nossos longos papos volta e meia voltamos ao assunto da Formula Junior com motores de 1.000cc e pneus radiais que ele acredita ser a saída para nosso automobilismo de base, também acredito. 
Uma categoria muito bem regulamentada os chassis com as mesmas medidas e materiais feitos por diversos construtores, medidas estas com valores mínimos e máximos o que daria aos construtores um enorme campo para desenvolverem seus projetos. Os motores, dentro do regulamento rígido e preparados por diversos profissionais.
Seria certamente uma categoria de custo baixo que daria a oportunidade dos jovens se iniciarem no automobilismo pelo caminho certo, pois os pneus radiais e seu pouco grip comparado com os slicks daria à eles uma grande noção de uma tocada fina e de acerto de chassi que hoje na F3 é feita de forma eletrônica.
E...além muito além disso traria nossos profissionais das várias áreas do automobilismo de volta criando muitos empregos.

Abraços à todos e à você Chico.

Rui Amaral Jr 

?



  

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Conta Chico...pai coruja!

..........  , amigos , pai coruja sempre fui ......!!!!!! A bem da verdade , MARCOS é uma pequena """ engrenagem """" dentro de um câmbio de 300 pessoas, mas não deixa de ser animador.....!!!!!!!! 

                                          BOM NATAL para todos vocês , e um 2017 o MELHOR POSSÍVEL 
                                       
                                                                    ABRAÇO AMIGO de CHICO LAMEIRÃO

A temporada de 2017 da F.Um vem com muitas modificações, e Marcos Lameirão filho do Chico é um dos responsáveis pela parte aerodinâmica da Force India, outro dia o Chico e Marcos visitaram nosso amigo Ricardo Bock infelizmente não pude ir, caso contrário encheria o Marcos de perguntas!
Boa temporada Marcos, você não é apenas o orgulho do velho mas de todos nós!

Rui Amaral Jr



segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Festança em Interlagos...

 Ferreirinha e Chico preparando a super máquina. 
Caíto e Rodrigo
Wagner e Chico concentrados

Neste final de semana a festa foi completa, Interlagos com muitos amigos, amanhã conto mais e mostro as fotos. 
Hoje dois fatos históricos, o Chico contando das voltas voadoras e do carro "preparado" pelo Ferreirinha e levando de contra peso Wagner Gonzalez, isto no raid de nosso amigo Jan Balder e Rui Carloviche. E a volta do super preparador dos Opalas da D3 Caíto Telles que com seu filho Rodrigo prepararam um Old Stock.

Enquanto isto Ricardo Achcar e Biju Rangel passeavam pela praia de Ipanema bebendo água de côco...fizeram falta os dois! Liga Wagner...você sumiu!!!!!!!

Aos amigos meu forte abraço e à você Guaraná nosso carinho.

Rui Amaral Jr 

Conta Chico

.........  , da dupla de PORTUCALE  & TERRAS ESPINHENSES & ALGARVIAS a trabalhaire  em uma possantisimo  motoire  VOLKSWAGEN 1.3 , mui bem preparado pelo EXMO SR DOTOIRE  OCTÁVIO FERREIRINHA , para o RALLYE de REGULARIDADE de JAN BALDER , em que por suas mãos , esse espectacular auto baixou 14 segundos de seu tempo anterior , conduzido sempre pelo piloto de outras épocas , CHICO LAMEIRÃO , em tendo como testemunha o jornalista WAGNER GONZALES , em que este por sua vez fez ótimo trabalho de """"" proeiro """" , fazendo um contrapeso  na medida justa e necessária  em curvas mais acentuadas  deste sinuoso circuito de INTERLAGOS .........!!!!!!!!L

               Após essas velocidades estonteantes desta maquina infernal, gostaria mui de saber do dito jornalista, se sua saúde continua intacta, pois ao chegar aos BOXES , ele se dirigiu de imediato  ao atendimento médico /// hospitalar do AUTODROMO de INTERLAGOS 


                                                            Abraco amigo a todos , e que tenham um ótimo NATAL e um melhor possível ano de 2017 .........!!!!!!!!!!

                                                                     PS : hoje , realmente foi deveras interessante e obrigado WAGNER , pelo contrapeso , pois motor """" rabeta """" sempre 'e um motor """rabeta """""........!!!!!!!!!! VALEU .........!!!!!!!!


Abraço Chico Lameirão

    

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Conta Chico- APVC

Sobre o imbóglio a coleção digitalizada da revista Quatro Rodas edição de Setembro de 1975

..........bom dia ZULLINO, li seu descritivo sobre a volta da APVC, que desde já a aprovo sem restrições. Em querendo, posso ajudar com algumas idéias, mas sem posto algum a almejar.
     Lembro- lhe que houve uma segunda ASSOCIAÇÃO de PILOTOS em 1975, nascida em uma tremenda ofensiva de um cartola contra um piloto em uma corrida de SUPER V no AUTODROMO de BRASÍLIA ((((((  acho que você sabe que BRASÍLIA já teve AUTODROMO .....!!!!!!????? ))))) em que por um acaso esse piloto era eu ......!!!!! Todos meus colegas se revoltaram e a segunda bateria foi muuuuuiitissima  disputada a 50 quilômetros por hora, 'a velocidade de  haddad  sem ninguém passar ninguém ....!!!!!

               ANISIO CAMPOS foi eleito nosso  PRESIDENTE, em que fez um ótimo trabalho, inclusive para a HOMOLOGAÇÃO do AUTODROMO do RIO de JANEIRO para corridas de FORMULA UM (((((((( mais uma vez lhe lembro que a CIDADE MARAVILHOSA também teve AUTODROMO  sim senhor, mas este nos roubaram para as OLIMPÍADAS e após estas será para uma CORRIDA IMOBILIÁRIA  SEM FREIOS .......!!!!!! )))))))  houve uma corrida também da SUPER V, em que a CBA em que NACACHE era presidente teve que fazer o acerto do prêmio de largada para com todos os participantes  dessa corrida, com o ANISIO , coisa que o contrariou por deveras, pois ele queria fazer esse acerto  individualmente com cada piloto, imagina só , isso ACONTECEU .......!!!!!!!

              Acho que para essa nova APVC, você deverá ser o PRESIDENTE, pois é conhecedor do AUTOMOBILISMO  & das LEIS que regem o nosso BRASIL .


   Abraço amigo de CHICO LAMEIRÃO

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Conta Chico

A pasrtir da esquerda: Cyro Laurenza, FLoriano Pesaro, Mário Covas Neto, Alcino Reis Rocha, Wilson Fittipaldi Jr, Felipe Giaffone, Élcio de São Thiago e Francisco Lameirão 
(Foto Pedro Martins)

.........., então  amigo RUI, gostaria de agradecer ao convite em que você foi portador  me feito pelo VEREADOR MARIO COVAS Neto  e  pelo DEPUTADO // SECRETÁRIO FLORIANO PESARO .

               Da reunião em si achei ótima, primeiramente pelo fato de estarmos um pouco mais tranqüilos quanto à possibilidade de não nos ROUBAREM INTERLAGOS, como o fizeram no AUTODROMO do RIO de JANEIRO, um completo desrespeito para quem tem em seu sustento o AUTOMOBILISMO de COMPETIÇÃO. Até acho que o MINISTÉRIO PÚBLICO nosso  GUARDIAO VERDE e AMARELO, deveria """" assuntar """" e responsabilizar quem quer que seja o que por lá houve .....!!!!!!! Ficamos  com menos um AUTODROMO, uma lástima.

                As palavras do SECRETÁRIO FLORIANO PESARO foram enfáticas e  contundentes ao  assinalar que o objetivo do AUTODROMO de INTERLAGOS /// CARLOS PACE é exclusivamente para COMPETICOES AUTOMOBILÍSTICAS, MOTOCICLISTICA e do KARTISMO. Foi extremamente importante ouvirmos dele essas palavras .....!!!!!!

                No meu modo de entender eventos outros  deverão ser tão e apenas uma condescendência  do nosso ESPORTE a MOTOR para com eles ......!!!!!!!!

                Quanto à privatização  temos que ter alguns cuidados como bem falou meu colega e parceiro de corridas WILSON FITTIPALDI, pois terá que se ter regras. Ainda me fica uma pergunta: Em privatizado,  penso que estará ao mando do AUTODROMO de INTERLAGOS uma firma, e sendo assim , esta terá que ter lucro e se caso não o houver ela VENDERÁ o AUTODROMO  para o fator IMOBILIÁRIO ?????????????????? Aí voltaremos à situação parecida  com o AUTODROMO do RIO de JANEIRO ........!!!!!!!  À PENSAR......!!!!!!!????????
                Ainda penso que tenha que haver uma comissão de pilotos, para que qualquer tipo de obra  que se fizer  ter ANTES o AVAL dessa comissão, pois até agora não vi  alguma que resolvesse realmente  o problema a que se propõem resolver, como o caso da atual entrada do boxe, que no meu julgo  trocaram 6 por meia dúzia. Os carros de FORMULA UM naquele ponto passam entre 300 a 320 KLMs/ hora. Caso algum acidente que aja e o auto  venha para o lado esquerdo da pista  não quero nem imaginar o que se sucederá. A priori quem faz as obras ou quem as pede para serem feitas  nunca correu de automóvel e caso tenha corrido deveria ser ruim para danar .......!!!!!!!!!

                  FORMULA UM:

                  Agora, ao que parece, não iremos ter mais nenhum representante em forma de piloto na FORMULA UM, outra lástima, mas essa por NOSSA INTEIRA CULPA  & INCOMPETÊNCIA. Ao nosso MONUMENTO HISTÓRICO de INTERLAGOS  ORIGINAL  pelo menos dois dos nossos CAMPEÕES MUNDIAIS , EMERSON FITTIPALDI  e NELSON PIKET   devem muitíssimo  de seu excelente aprendizado aquele  traçado, não tenho duvida alguma disso. Temos que ter um planejamento para tentar RECONQUISTAR ESSAS COROAS. Quando temos CAMPEÕES MUNDIAIS cresce o esporte como um todo, seja em seu PARQUE INDUSTRIAL, no KARTISMO, com várias fábricas dando EMPREGOS para mecânicos, engenheiros, chefes de equipe e como também o surgimento de fabricantes de MONOPOSTOS, em que darão outra leva de empregos, desde é claro, que não tenhamos mais as FAMIGERADAS MONOMARCAS, pois aí  incorreremos no gravíssimo erro de só uma pessoa ou firma estar autorizada pela CBA de fazer esses EQUIPAMENTOS .....!!!!!!! Temos que dar total atenção a esse ponto, caso contrário o melhor será esquecer tudo e irmos jogar bolinha de gude ......!!!!!!!! Ontem ouvi de alguns que a FORMULA UM não deveria ter mais ...!!!! Não penso assim, ela é o TOP do AUTOMOBILISMO MUNDIAL, queira - se ou não. O que temos a fazer é ter um PROJETO para que tenhamos  3/4/5/ pilotos a altura de saberem tudo sobre a """"" ARTE de PILOTAR UM CARRO de CORRIDA """"" . Esse número de pilotos é fundamental , pois todos têm que ser EXÍMIOS e do mesmo nível, mas como na vida, uns poderão ter mais sorte que outros , então não poderemos apostar somente em um piloto.....!!!!!! Neste projeto, mais uma vez o traçado antigo ou pelo menos o contexto do traçado antigo tem que estar presente, para o piloto ter que afrontar a CURVA UM /// DOIS /// TRÊS a FERRADURA antecipada //// LAGO ///SOL antecipado /// o SARGENTO REFEITO (((( quem autorizou sua decapitação  para construir- se uma quadra de VOLLEY ??????? ))))) LARANJA /// S //// PINHEIRINHO ///// BICO do PATO  & a JUNÇÃO ANTIGA, que aliás esta para não continuarmos a ter problemas na CURVA do CAFÉ no traçado atual, deveria- se usá-la, sem sombra de duvida .
                    
              ESCOLAS de PILOTAGEM: TEM que ter total acesso ao AUTODROMO, programado esta claro, mas sem nenhum  restrição pois são a base para o aprendizado para o piloto. Apenas em sua maioria não tem equipamento adequado, pois ao piloto começar com um auto com tração dianteira isso eu nem  vou comentar.....!!!!!!! Mas projetos há  , adequados para este fim , aqui mesmo no PATROPI, mas esta claro que temos que resolver esse problema de como seria a aquisição desse equipamento para as escolas , mas nesse item acredito que haja algumas idéias a serem expostas ......!!!!!!!

              Falaram bem ANTÔNIO de SOUSA e  ROBERTO ZULLINO. Tem que se entender que o esporte a motor é um esporte de precisão, o que o rege é um aparelho chamado cronometro, em que na minha primeira fase que o pratiquei o tempo importante eram os segundos (((( " )))) e hoje  as diferenças estão nos centésimos (((((  ' " )))))) portanto qualquer coisa fora desse contexto ,  """"" estará fora da curva """""



 Obrigado pela oportunidade, Abraço amigo de CHICO LAMEIRÃO



terça-feira, 22 de novembro de 2016

Conta Chico...

..........., amigo RUI, o PAULO SCALI me mandou esta pequena mensagem, sabe- se já o que irá acontecer com INTERLAGOS , ANEL EXTERNO , TRAÇADO ANTIGO ou vai virar praça de ROCK and ROOL.......!!!!!!!!!!!!??????????

Abraço Chico Lameirão

"Seu"Chico Landi e Paulo Scali

     Amigo Chico, Este é um rascunho faça uma avaliação.......depois concluo, o Automobilismo brasileiro precisa de um Padre.....separadamente.......faça observações , sugestões etc......
      Faz tempos que comentamos a respeito da possibilidade deste acontecimento, ou  seja Interlagos vem passando por um processo triste e desrespeitoso não de agora, mas lá de trás.
       No final da década de 1980 os dirigentes automobilísticos resolveram atender solicitações exigidas pela F 1 para retorno da F.Um à pista de Interlagos, abandonando o Autódromo do Rio de Janeiro, que não existe mais e com certeza não teremos outro...
         Não só aceitamos as exigências da F 1 como mexemos no traçado inviabilizando o  anel externo onde realizávamos o tradicional 500 quilômetros de Interlagos prova das mais tradicionais e velozes do nosso automobilismo....Tornando inviável o anel externo evitaria que outras possíveis categorias Internacionais, que usavam esse tipo traçado pudessem aqui correr....com isso endossado por dirigentes dos órgãos brasileiros e internacionais houve este acordo......Interlagos  nosso maior patrimônio esportivo foi cortado.....de 8 quilômetros para 4 quilômetros....sabemos que os grandes Autódromos do Mundo com traçados de 15, 20 quilômetros, sofreram adaptações para provas de F 1, mas o traçado antigo continuou.
Ao longo dos anos ganhamos nove campeonatos Mundiais, Interlagos é considerado um dos melhores Autódromos do Mundo, com retas, subidas, descidas, curvas de altas e baixas velocidades.
          Espero sucesso na administração do Prefeito Doria, sem dúvida um grande empreendedor, que consigamos continuar com o nosso “meio” Interlagos com uma gestão voltando ao passado, trazendo soluções que venham agradar os automobilistas, Interlagos para nós Automobilistas é o mesmo que Futebol para os apaixonados pelos vários Clubes fantásticos, que tem vários estádios e nós só temos um...Interlagos!
            Interlagos, novamente para os Automobilistas, Museu do Ypiranga, Museu Imperial de Petrópolis, Autódromo de Monza, Floresta da Tijuca, Maracanã, Masp, Pinacoteca Estado de S Paulo, Museu de Arte Sacra...

"Seu" Chico Landi em Petrópolis com Paulo e amigos.

            Não consigo entender, na década de 1930 precisávamos de um Autódromo exigiam três montadoras voltadas a utilitários, Ford 1919, Chevrolet 1925, Internacional 1926 com um exclusivo chassi caminhão e ônibus por lá trabalhou aos 19 anos Chico Landi, sem dúvida o maior Piloto de todos os Tempos, sem dúvida com todo respeito aos outros ...abriu as portas! No entretanto  o nosso órgão máximo em determinado momento negou credencial ao “seu” Chico para assistir a Prova F 1 no Rio de Janeiro....o Eugênio Andrade Martins sabendo, ligou para o Fangio, este imediatamente liga para Chico Landi e este agradece... Chico Landi nosso primeiro Piloto F 1.
       O maior contribuinte de impostos do Brasil são as montadoras de automóveis temos aproximadamente 30, a contribuição de Interlagos no início da nacionalização  pista de teste, qualidade de componentes é inegável, foi imprescindível para chegar onde chegamos....
 No entanto  mesmo com o passar dos anos e o crescimento produção, mais de 3 milhões de autos por ano, o automobilismo esportivo vem neste encolhimento.
          
Abraços do amigo Paulo Scali.

__________________________________________________________________

Amigos, ultimamente tem me faltado tempo para postar, as ideias são muitas o tempo pouco, só do Chico tenho dois e-mails que ainda não postei, quando conversamos sempre digo que logo vou postar...mas este que hoje chegou não poderia deixar passar. 
Semana que vem temos uma audiência na Câmara Municipal de São Paulo para tratarmos do assunto autódromo, hoje entregue à uma administração desastrosa, irresponsável,  que visa apenas a F.Um deixando milhares de profissionais que vivem do automobilismo à míngua, enquanto  tratam à cada reforma de descaracterizar cada vez mais nosso templo, que aliás leva o nome de um dos nossos - José Carlos Pace - que eles insistem em ignorar, jogando no lixo uma historia tão bela.
Espero que desta reunião, na qual estarei com o Chico, saia enfim uma luz para o fim de todo este estado de descaso com o qual nosso automobilismo é tratado e enfim o Autódromo José Carlos Pace volte à ser o nosso autódromo.

Abração Chico e Paulo, abraços à todos.


Rui Amaral Jr  




quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Conta Chico...

.............1974, lá se vão 42 anos, muito tempo.......!!!!!!! INTERLAGOS, AINDA o VERDADEIRO, com a turma que iniciou a melhor categoria  do BRASIL, ATÉ A PRESENTE DATA,  a SUPER V  1.6 ........!!!!!!!! Todos aí """" mandavam ver """" sem excepção, a diferença poderia estar na preparação dos motores pois era o início da categoria, isso é normal  o aprendizado .....!!!!!!  Alguns desta foto  já não estão mais entre nós , este é o curso natural da vida: 

               MILTON AMARAL, JOSÉ PEDRO CHATEUBRIAN de MELLO , que DEUS os tenha ....!!!!!!!!!!


Abraço Chico Lameirão

-----------------------------------------------------------------------------------------

Comentário do Chico no post do Caranguejo, resolvi fazer um post só para o comentário e foto e dedicar aos amigos que com a graça de Deus ainda estão entre nós e são tantos, à cada um meu forte abraço. 
O post do comentário "Juca"...me parece que conheço o personagem!

Abração Chico.

Rui Amaral Jr

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

CHRIS AMON &. SILVERSTONE .........conta Chico.

Amon e a March 701

........... , pois é , amigo RUI , soube do passamento de CHRIS AMON, este fantástico piloto que tão somente ganhou uma corrida de FORMULA UM, com uma MATRA em BUENOS AIRES e ainda sem contar pontos para o campeonato mundial da categoria .........!!!!!!!  De forma alguma isso refletia  o que ele era capaz de fazer com qualquer auto de competição . Tive o privilégio  de o ver , (((((( tem dias que a sorte esta do teu lado )))))) no antigo traçado de SILVERSTONE  a fazer a curva WOODCOTE  """" pé em baixo """"" em um MARCH de formula um , a qualquer coisa ao redor de 240/250 KLMs/hora  em que na saída dela havia uma """ perna """"de uma ponte para as pessoas passarem para os BOXES.....!!!!!!!!! Naquele ano , ele estava correndo com essa marca de carro pois queria provar que tinha plenas condições  de andar na frente de JACKIE STEWART com o mesmo equipamento, e nessa corrida ele andou, sendo  ao que me lembre ele e RINDT  eram os únicos  a fazerem """" FLAT "" essa curva. É bom lembrar que 'a época , não se usavam  essas """" facilidades """" chamadas de guard rail, por tanto, na saída da WOODCOTE  se não tivesse com o teu """ anjo da guarda """" dentro do COKPIT, você era um grande candidato a no mínimo um belo hospital ...........!!!!!!!!!





CanAm

                Foi piloto da FERRARI  por algumas temporadas ,  mas sempre a sorte lhe virava a cara, impressionante . De MATRA formula um , em CLERMONT- FERRAND , estava léguas à frente de todo o mundo , quando um pneu esvaziou, sendo a volta de 8 quilômetros, sendo assim impossível qualquer reação ......!!!!! Somente em corridas longas foi mais feliz, chegando a ganhar uma 24 horas de LE MANS .

Largando na pole em Clermont...
...e despachando!
Na ponta em Monza até...perder a viseira do capacete!
Com Bruce McLaren vencendo Le Mans.

                Me lembro em um dia de testes gerais onde qualquer auto pode andar, estava eu treinando com o meu ROYALE de F. FORD quando ele me passou testando um F. UM com tração nas quatro rodas, acho que uma McLAREN, mas segundo seus comentários  não tinha gostado da maquina ........!!!!!!!

                Começou a correr na EUROPA , aos 18 anos , com uma MASERATI  F 250 .


      Abraço amigo de CHICO LAMEIRÃO

_____________________________________________________________

Caro Chico muito obrigado, suas lembranças valem ouro para nós, apenas lembrando que ele venceu também em Silverstone com a March outra corrida extra campeonato da F.Um. Me intrometendo em seu texto quero lembrar a frase de um grande amigo nosso sobre você..."pena que o Português não foi para F.Um", pena mesmo!

Um abração,

Rui Amaral Jr

Campeões não morrem, sobem e viram História!  

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Otto Kutner

Jan Balder, Otto Kurtner e Marinho



Ontem recebi a noticia de que o engenheiro Otto Kutner nos havia deixado. Telefonou-me Benjamin Rangel informando. Benjamin era dos que sabia da importancia desse homem nas nossa vidas no campo do esporte motor. Ficamos ambos satisfeitos em saber que Jan Balder esteve entre os presentes nessa partida do engenheiro.
Tempos passados escrevi um artigo publicado por nosso amigo Joaquim Lopes - Mestre Joca - sobre uma façanha da carreira do engenheiro Otto Kuttner cuja complexidade em explicar a importância me trouxe várias críticas pessoais sobre o formato para entendimento geral do texto explicativo. Mas é que se trata de um processo mecâico realmente complicado de explicar o funcionamento a não ser que o "design"do sistema seja o objetivo principal. Qual seja , fazer diferente...

Otto Kuttner a meu ver foi um passo adiante no idos dos anos 70 e hoje se anuncia como o precursor que entendeu o processo físico do sistema uma vez que aqui e agora Otto Kuttner se faz presente de par e liga com os engenheiros mais atuantes nos projetos dos monoposto de Formula 1.

Este é um trecho do referido artigo que rabisquei:
"...Meu aprendizado sobre o “como” do sistema Pullrod me foi oferecido pelo engenheiro Otto Kuttner, da Volkswagen um dos grandes engenheiros de pista que jamais foram aproveitados no Brasil, por falta de seriedade nesse nosso esporte motor. Otto era um da dupla que estava encarregado de assistir aos construtores na Formula Super Vê, sob organização da Volkswagen e bênção de Wolfang Sauer.

O que eu aprendi sobre o sistema me foi passado por um piloto importante de São Paulo que testou o Austro Kaimann Super Vê, modificado por Otto Kuttner. Das observações do piloto eu entendi o “Porque” num exaustivo e delicioso exercício dentro do laboratório da minha mente. Decorridos quase 30 anos, por mais que eu busque na internet algum tema elaborado sobre o sistema Pullrod, nada encontro."

E continuamos a nada encontrar mas a engenharia "entendeu" mas tem dificuldade de explicar ou preferencialmente manter "secreto"o objetivo e resultantes do sistema "Pull Rod" aplicados nas suspensões dos monopostos hoje mais do que nunca dependentes de combinações aerodinâmicas que a suspensão e  a geometria do monoposto deve se acomodar para exercer sua função.

Quando Sebastian Vettel parecia um piloto diferente e nós buscávamos definir seu lado prodígio nos anos da Red Bull, eu, sem desejar me vangloriar escrevi sobre a experiencia do engenheiro Otto Kuttner no formula Super Vê Austro Kaimann sob o comando de Francisco - Chico- Lameirão. Anos após esse avento, de fato, quase 30 anos decorridos, um dia conversando com o Chico ele me disse numa exposição de fatos e prodigiosa memória que : "naquele dia, quando eu desci do carro eu tinha certeza que eu necessitava de uns 30 cavalos a mais de potência para sequer aprumar o carro nas curvas tirando o máximo do poder de aderência do monoposto. Eu estava literalmente empurrando os outros dentro das curvas..."
Para um "acertador"de carros no qual fiz sólida reputação aquelas palavras partindo do Chico, de longe o melhor comunicador das atitudes do carro na pista que eu conheci, se traduzia numa informação de ouro a por um dia em prática se a oportunidade pudesse acontecer.

Nos Anos Red Bull de ouro do Jovem Sebastian Vettel ele havia adquirido a habilidade de extrair o máximo em aderência da suspensão traseira do seu monoposto operando com o sistema Pull Rod. Era visível seu desempenho nas saídas de curva quando literalmente "estilingava" o seu monoposto em comparação aos outros concorrentes inclusive seu colega de equipe.

Ali se aliava o piloto com o benefício máximo do desempenho mecânico da suspensão e conjunto geométrico do carro. Eu havia percebido isso e descrito essa observação que justificava na real o motivo do superior desempenho convergente entre homem e máquina.

Ao passar para a equipe Ferrari, Sebastian se pôs em dúvidas quer por si mesmo quer pelo público torcedor e observador. Teve um ano difícil de ajuste na pilotagem.

Em seguida a Ferrari foi se valendo e se ajustando penosamente com o sistema Pull Rod em ambas as posições, frente e traseira de seus monopostos. Sebastian voltou a tirar gradualmente o máximo proveito do conjunto e sistema no qual adquirira prática e inclinação de pilotagem e gradualmente Kimi Raikonnen parece ter seguido o caminho por observação.

É fato inegável que o ajuste do sistema na suspensão dianteira - direcional - é muito complexa porque demanda tempo e recalibragem total dessa geometria onde o ângulo do pino mestre exige uma combinação precisa com o caster para acompanhar o pouso do"patch"- trilha- das rodas dianteiras na condução direcional do monoposto. De fato o "Offset" do aro, quer de rolagem central, negativa ou positiva representam uma absoluta importância na extração máxima do sistema. Nesse pormenor eu não tenho suficiente conhecimento de informação para definir se a engenharia das equipes se ajusta nessas alterações para melhor combinar o efeito superior do sistema Pull Rod. Isso demandaria jogos de rodas com múltiplos Offsets e todo o conjunto geométrico provavelmente ajustado e combinado com o coeficiente de aderência dos pneus. Isso representaria dividir e indiretamente disseminar a informação com os fabricantes de pneus... algo seguramente menos plausível. De maneira que eu acredito que combinam o melhor desempenho do carro pela via da aerodinâmica e nesse pontos os computadores e os protocolos originados pelo túnel de vento finalizam a secreta combinação de operação para determinada pista e condição meteorológica. Por parte da Mercedes eu estou seguro que o processo é próximo do aqui descrito. 

E...Otto Kuttner vive entre nós para sempre no mundo da velocidade, pioneirismo, competência e conhecimento.
Obrigado Otto.

"O reconhecimento é a memória do coração"

Ricardo Achcar


_______________________________


...... , Caro RUI,  hoje a noticia não é das boas pois  OTTO KUTNER nos deixa. Foi um personagem muito importante para o nosso automobilismo de competição, mas a bem da verdade, talvez pelo seu jeito de ser, pouco apareceu. Engenheiro com  """" E """" maiúsculo da EQUIPE VEMAG foi a partir de uma sua pesquisa  que  os motores  dois tempos, três cilindros de  1. / 1.1 cc conseguiram  a potência de até  108 CVs, em que se há de se notar que estamos falando dos anos de 1960/61. Os pilotos da VEMAG, conseguiam andar na frente de famosas CARRETERAS  CHEVROLET CORVETTE  V8 e de outros carros também, inclusive em INTERLAGOS  antigo, o verdadeiro, graças a essa potência adquirida . Passando da  VEMAG para a VOLKSWAGEN foi um dos  mentores da implantação  da  categoria SUPER V, a melhor categoria até hoje existente e FORMULA V (((( esta  a segunda V )))))) e da vinda  para o BRASIL  dos autos da  ASTRO  KAIMANN, campeões estes durante sete anos dos campeonatos EUROPEUS para a categoria. Aqui com a concorrência  extremamente  forte do chassi POLAR de RICARDO ACHCAR OTTO KUTNER em pessoa redesenhou  um  auto  ASTRO - KAIMANN com uma suspensão dianteira tipo FULL ROAD, em que a um seu convite tive a primazia de o pilotar em sua estréia em GOIÂNIA me classificando para o grid de largada na segunda posição. Este auto foi feito em pouco mais de um mês a """" toque de caixa"""" mesmo. GUARANÁ com um POLAR, estava na minha frente mas eu  detinha uma folga impressionante , estava realmente confiante que iria ganhar aquela corrida quando a """" juventude """ do carro se fez presente dando um problema no trambulador. 
                Muitos anos mais tarde , aficionado que era de desenvolvimentos de autos em geral acompanhou  um que realizei de um ALPINE que denominei A 111, inclusive realizando ele um desenho de uma roda  para este projeto. Estava curioso do jeito que conseguimos  fazê-lo pois invertemos as bitolas  de como eram usados nestes autos. Além disso queria saber como iria funcionar o """"" casamento """"da suspensão CHEVETTE na dianteira com uma independente atrás além do câmbio HEWLAND de 5 M ,e de 524 KLGs  com 144 CVs. Infelizmente o auto saiu da """" minha mão """" , mas enfim , são algumas poucas palavras que gostaria de registrar para OTTO KUTNER.
Nosso automobilismo de competição deveria ter lhe dado condições para ele colocar algumas de suas idéias em prática...estaríamos em outro patamar com certeza.


                                              """""     Que DEUS o RECEBA em SUA NOVA JORNADA """""


                                                        Abraco amigo CiHICO. LAMEIRÃO 

Nosso amigo Julio Caio Azevedo Marques lidera Ingo Hoffman em Interlagos, ambos com Astro Kaimann.