A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach

sábado, 23 de outubro de 2010

CAMPEÕES DA FORMULA UM DE 1950 A 1959

Daqui a pouco vamos conhecer o novo campeão da Formula Um, faltam três corridas e saberemos quem abrirá a sétima década da categoria como Campeão. Aos poucos vou mostrar todos, começando com os anos 50 do século passado.







1950 e 51 a categoria corria com motores de 4.500cc aspirados ou 1.500cc comprimidos. A Alfa Romeo  1.500cc com compressor Roths.

1950
Giuesppe Farina
Giuseppe Farina 1950.



O primeiro campeão Giuseppe Farina venceu o campeonato de 1950 correndo pela equipe Alfa Romeo com o modelo 159. Tinha então 50 anos.


1951
Juan Manuel Fangio
Primeiro titulo para Juan Manuel Fangio com a Alfa Romeo 159.
Fangio e a Alfa Romeo 159 vitória na Suiça.

1952/53

Alberto "Ciccio" Ascari


Nos anos de 1952 e 53 a a Formula Um correu com os carros e regulamento da Formula Dois com motores de 2.000cc.


 Cicio Ascari e a Ferrari 500.

1954/55/56/57

A partir de 1954 a categoria passa a usar motores de 2.500cc aspirados.

Juan Manuel Fangio

Começo de 1954 Fangio pilota uma Maserati.

Fangio 1954 já com a Mercedes Benz W196 carro com que foi Campeão em 1954 e 55.
Mercedes Benz W196 Streanliner, na época os Formula Um podiam ter carroceria.

1955 Fangio pilota a Lancia D50 Ferrari e vence seu quarto titulo.


1957 Fangio corre com a Maserati 250F e vence seu quinto titulo. 

1958

1959 Mike Hawthorn com a Ferrari é campeão.

1959

Jack Branham e a Cooper Climax. Chega uma nova era e Black Jack vence seu primeiro titulo.



O Campeonato Mundial de Construtores foi instituido em 1958 e foi vencido por:
1958  Vanwall
1959  Cooper Climax


Um comentário:

  1. Caro Rui, é muito interessante esta tua proposta de lembrarmos o começo de tudo e os primeiros heróis da F1. Década de 50, o mitológico Fangio ganhou tudo. Quem sabe o que Ciccio Ascari poderia ter feito não tivesse falecido. Diziam que ele era tão bom quanto "El Chueco", mas não gostava de correr pressionado, no meio do pelotão. Aos demais, Farina, já em final de carreira, o mérito de ter sido o primeiro da grande estirpe de campeões; Hawthorn o título de sua última chance e Black Jack Brabham, o início de uma nova era.
    Caranguejo

    ResponderExcluir

Os comentários serão aprovados por mim assim que possível, obrigado por sua visita.

Rui Amaral Jr